A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo, este postagem da nossa convidada é Lauren Sullivan, que é uma mãe solteira que tem um menino chamado Delmar, que está no Espectro do Autismo.

Em outubro de 2014, eu trouxe Delmar para um check-up e tive que preencher um formulário para ver quantos batimentos o coração de Delmar estava batendo.

Ele não estava falando, ele não estava jogando adequadamente, ele abriria os braços quando ele ficava animado, ele não respondia ao nome dele, mesmo que eu gritasse logo atrás dele.

A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

 

A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

Meu médico Clínico Geral me disse que eu deveria fazê-lo avaliar o discurso. Uma vez que falei com um grupo focado na intervenção precoce ao telefone para agendar com eles, e lhes falei sobre todas as minhas dúvidas e preocupações.

Eu estava como um redemoinho e durante as próximas semanas prometeram que eu iria fazer uma avaliação no Delmar.

Fiz a avaliação, depois que o avaliador veio à minha casa e apontou-me todas as coisas que estavam erradas com o meu Delmar “minha criança perfeita”.

A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo pelo meu médico

 

Em dezembro de 2014, Delmar que tinha apenas 20 meses, foi diagnosticado com ASD leve. Eu estava sobrecarregada, assustada, irritada, triste e tantos outros sentimentos que nem sequer posso descrever.

Eu constantemente me perguntava como isso aconteceu? Por que isso aconteceu? O que eu fiz de errado? O que eu poderia ter feito diferente? Por que comigo?

Tivemos nossos altos e baixos e tivemos muitas opiniões de numerosos conhecidos e amigos que falaram bastante sobre seus sentimentos sobre mim com o diagnostico do meu filho.

A maioria pensou em que grande erro eu havia cometido ou feito para que meu filho tivesse todos esses problemas juntos e ao tempo ter todas as chances no mundo.

Ponto Negativos A primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

 

Depois, havia alguns que eram negativos e não podiam acreditar que eu pode-se ter feito isso com meu filho, ele é tão jovem, ele parece perfeitamente bem mas ele vai crescer fora do padrão normal dele e agora ele tem um Estigma que o seguirá para o resto de sua vida.

De janeiro de 2015 a agosto de 2016 e por meio de intervenção precoce, meu filho recebeu 23 horas e meia de serviços por semana.

A minha casa tinha uma porta rotativa quando um professor saia outro estava chegando. Em setembro de 2016, Delmar estava frequentando uma Escola Especial aqui no Rio Grande do Sul e estava tornando- se mais verbal, estava começando a brincar adequadamente e jogar com os brinquedos e a brincar com outros.

 

O Aprendizado a primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

 

Felizmente, tinha sido abençoada com esses professores e eles são nossos heróis. Sou tão grato a cada pessoa que esteve aqui para ajudar o Delmar.

E eu através da nossa jornada traçada e dos nossos novos amigos com quem Deus nos enviou e abençoou.

As pequenas coisas que as pessoas fazem e dão certo são coisas realmente grandes em nosso mundo. Meu filho, meu anjo perfeito ou anjo azul definitivamente percorreu um longo caminho e estou muito orgulhosa dele e sou abençoada por estarmos onde estamos hoje.

 

O Primeiro Ano a primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo

 

Este será o primeiro ano que o Delmar, estará em sua casa  reunido com sua família, pois o ano que vem estará indo para um centro especializado no tratamento de Crianças Autistas, caminhando para uma recuperação mais ampla depois da primeira coisa que senti depois do meu filho ser diagnosticado com autismo.

Envie-nos um e-mail para marcospenny@gmail.com e você pode-rá ser destaque em nosso site! Conte a sua História com o Autismo para nós e a veja publicada no site.

 

Compartilhe este: