Saiba Identificar os Sintomas Do Autismo [VÍDEO]

Maria Luiza de 6 anos é a caçula da casa, na escola o comportamento dela despertou uma dúvida nos professores e quando ela tinha 3 anos veio o diagnóstico de transtorno do espectro autista o -TEA.

Ela foi filmada por uma hora porque o diagnóstico de autismo um diagnóstico clínico, não tem exame, não têm ressonância magnética que vai dizer um exame de tomografia que vai dizer que aquela criança tem autismo.

A família se mudou de Jaboatão para o Recife para facilitar o acesso a equipe de psicólogo, fonoaudiólogo e fisioterapeuta que acompanha Malu.

O transtorno dela é do tipo mais leve ela fala pouco mas reage bem às brincadeiras com a irmã Fabíola e adora se balançar na rede com o cunhado Adriano.

Ela não brinca muito de contar historinha, de eu te falar uma fala e ela fala outra fala – sabe na brincadeira – mas ela me chama para brincar e ficou brincando assim com os bonequinhos mesmo que seja sem fala.

A neurologista infantil explica alguns sintomas que podem ser percebidos pelos pais para o diagnóstico do transtorno.

Comportamentos Claros do Transtorno Espectro Autista

Tem alguns comportamentos do autista que são bem claros por exemplo a criança não olha no olho, que é o que a gente chama de atenção compartilhada, outro comportamento importante é que ele não usa o brinquedo com a simbologia do brincar, por exemplo ele pega um carrinho em vez de ele usar o carrinho como o brincar de carrinho ele vira o carrinho e gira a roda, são crianças que não têm interesse por nada, que não compartilha com ninguém, não interagem socialmente.

No brasil não existe qualquer estatística sobre pessoas com o transtorno do espectro autista, mais uma pesquisa divulgada pelos Estados Unidos dá uma ideia. Lá, um a cada 45 crianças apresentam transtorno.

O mais importante de tudo isso é, se o filho da pessoa chama a atenção em algum lugar que ele não funciona corretamente igual aos outros, se isso é perceptível, os pais têm que entender, que  é um alerta e alerta não faz mal a ninguém.

Procure um profissional que pode ser um neurologista infantil ou psiquiatra infantil e você vai lá e ver se aquilo é correto, é verdadeiro e a gente pode precocemente fazer a reabilitação.

Uma especialista em desenvolvimento infantil avalia que quanto antes for iniciado o acompanhamento dessas crianças, mais cedo elas passam a entender o mundo à sua volta e a reagir a ele.

Simone mãe de Malu alerta também que é importante que as outras pessoas percebam e entendam esses sintomas.

crianca-autista

Aconteceu numa viagem de avião o comissário de bordo veio falar comigo, nem tinha percebido: Olha, está sendo reclamado que sua filha está muito agitada. Eu falei: eu tô fazendo o máximo, a verdade minha filha tem um diagnóstico de autismo (transtorno do espectro autista) e eu estou dando o meu melhor para tratar.

E no final a mãe de Malu deixa uma mensagem para que nós possamos refletir, caso aconteça numa dessas viagens : Respeito É Respeitar As Diferenças

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1.698 votes, average: 4,85 out of 5)

Loading...

Compartilhe este: